Veja o vídeo abaixo mostrando esquematicamente como é feita a cirurgia.

 

 

Olá , durante a rotina clínica observei a importância do tema “FIMOSE” haviam muitas dúvidas de pacientes que eram comuns e repetitivas. Destas duvidas surgiu a ideia de fazer este site com o objetivo de orientar pacientes sobre a cirurgia de fimose.

Perguntas frequentes sobre fimose:

1- O que é fimose?

Fimose é a incapacidade ou mesmo a dificuldade em expor a glande

2- Eu tenho fimose?

Para responder a esta pergunta é necessário uma avaliação medica, mas em muitos casos onde a glande não é exposta o diagnóstico é facilmente feito.

3- Quais as complicações da fimose?

A fimose pode causar complicações urgentes:

Para-fimose ocorre quando o anel fimótico estreito desce expondo a glande e não consegue mais retornar. Neste momento ocorre o estrangulamento da glande, comprometendo a circulação semelhante a um elástico apertado ao redor do dedo.

Complicações muito comuns são:

  • Balanopostite , infecção da glande gerando mau cheiro e muitas vezes lesões avermelhadas na glande.
  • Fissuras e cortes na pele do pênis
  • DST – Doença Sexualmente Transmissível: embora a fimose não seja a causa direta da DST ela favorece a infeção e aumenta os riscos de todas as doença sexualmente transmissíveis incluindo AIDS ( HIV).
  • Dor ou incomodo na relação sexual
  • Complicações menos comuns:
  • Câncer de Pênis: A dificuldade de manter a higiene e as constantes infecções causam lesões que podem evoluir para carcinoma escamoso de pênis

4- Diabetes e fimose:

Pacientes diabéticos são mais vulneráveis a fimose e balanopostites , as sucessivas infecções causam cicatrização que contraem a pele. Esta contração aperta cada vez mais o anel fimótico. É muito comum paciente diabéticos adultos que antes expunham a glande passarem a não conseguirem mais esta exposição. As infecções fecham cada vez mais o anel fimótico e quanto mais fechado for este anel mais grave e mais frequente são as infecções que por sua vez fecha ainda mais o anel da fimose formando um ciclo vicioso. A cirurgia é fundamental para o tratamento da fimose no paciente diabético.

5- Como é feita a cirurgia da fimose?

A cirurgia de fimose é realizada em centro cirúrgico devidamente equipado e com urologista formado. Consiste em uma cirurgia na pele do pênis, não é feito cortes ou injeções na glande (cabeça do pênis) assim como também não altera a uretra (canal da urina).