Angiomiolipoma é um tumor renal benigno. Isso significa que esse tipo de tumor não se dissemina para outros órgãos do corpo. Mas apesar disso, ele cresce e provoca alterações importantes no funcionamento dos rins.

Esses tumores são compostos de diferentes tipos de tecido conjuntivo, como vasos sanguíneos, músculos e gordura.

Causas e sintomas
A causa muitas vezes não é definida, mas o surgimento pode estar associado a alterações genéticas e outros tipos de doenças nos rins.

Na grande maioria dos casos de angiomiolipoma renal, não há sintomas no paciente. Porém, quando o tumor fica maior que 4 cm, pode ocorrer sangramento nos rins o que pode causar dor nas costas e na lateral do abdomen, infecção urinária frequente, náuseas, pressão alta e sangue na urina.

Por ser assintomático, na maioria dos casos, o diagnóstico acontece por acaso, durante exames de imagem de rotina ou para investigação de outro tipo de doença. O tratamento é definido após a confirmação do tamanho tumor.

Diagnóstico e tratamento

Para confirmação do diagnóstico, geralmente são solicitados exames de imagem como ultrassonografia, angiografia, ressonância magnética e tomografia computadorizada. Em determinados casos, pode ser solicitado biópsia, principalmente se é detectado algum tipo de sangramento.

Com o resultado dos exames, o médico irá definir o tratamento a ser seguido, de acordo com as características relacionadas ao tumor.

Caso seja menor de 4 cm e sem nenhum tipo de sintoma, será feito o acompanhamento do crescimento do tumor anualmente com exames de imagem.

Podem ser indicados tratamentos medicamentosos como imunossupressores para que haja diminuição do tamanho do tumor.

Para angiomiolipoma maiores que 4cm ou que provoquem sintomas graves, pode ser indicado o procedimento de embolização que serve para reduzir o fluxo sanguíneo do tumor e diminuir o seu tamanho.

Além disso, pode ser indicado também tratamento cirúrgico laparoscópico para a remoção do tumor e da parte do rim que foi afetada, a fim de evitar que o tumor se rompa e cause sangramento.

Se tiver alguma dúvida, agende uma consulta com um dos urologistas do CBU, clicando aqui!