Doenças urológicas: exames preventivos

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha a pedido da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) constatou que 38% dos homens nunca havia se consultado com um médico urologista para realizar exames preventivos e evitar doenças urológicas.

E, entre os 62% daqueles que já se consultaram, 34% não fizeram o acompanhamento recomendado pelo profissional.

Alguns sinais relacionados à saúde sexual e doenças urológicas nos homens podem se manifestar quando o problema está em estágio avançado. Dessa forma, o prognóstico de cura pode ser reduzido drasticamente se comparado com tratamentos iniciados com o diagnóstico precoce.

Homens X Mulheres

É sabido que as mulheres naturalmente identificam algum sinal de alerta em seu organismo logo no início e assim, buscam ajuda médica e o tratamento para doenças urológicas costuma acontecer de forma mais tranquila e eficiente.

No entanto, os homens tem outro comportamento. Quando conseguem romper a barreira da vergonha e do receio, os homens aceitam conversar com um médico urologista para obter uma opinião especializada.

O médico urologista

Este profissional contribui realiza uma avaliação individual – incluindo análise dos exames, hábitos diários e histórico médico do paciente – para indicar o tratamento adequado e o acompanhamento com outros profissionais.

Agora que você já ouviu sobre a importância de consultar o urologista, vamos aos 5 sinais de que você deve estar atento para evitar as doenças urológicas:

  • Dor em regiões específicas

    Dor lombar
    Dor abdominal
    Dor peniana
    Dor nos testículos e epidídimo

  • Sintomas do trato urinário

    Dor ao urinar
    Sangue na urina
    Urinar em gotas
    Incontinência urinária
    Aumento da frequência de micção durante o dia e à noite
    Diminuição do fluxo de urina

  • Dificuldade nas relações sexuais

    Ejaculação precoce
    Impotência sexual
    Perda de libido sexual
    Dor durante a relação sexual
    Ausência de orgasmo e sangue no sêmen

  • Sintomas de Doenças Sexualmente Transmissíveis

    Bolhas e feridas
    Coceira e vermelhidão
    Corrimentos
    Verrugas penianas

  • Idade

    É, pode não ser tão fácil assim admitir, mas a idade é um fator mandatório para iniciar o acompanhamento urológico – idealmente a partir dos 40 anos.

    Mesmo que não haja histórico familiar de doenças, fazer o acompanhamento urológico é fundamental.

    Segundo o INCA, o câncer de próstata é o câncer mais comum em homens, respondendo por 29% dos diagnósticos de câncer no país.

    O diagnóstico precoce é importante para aumentar as chances de recuperação do paciente e garantir sua qualidade de vida.

    Para esclarecer dúvidas pontuais sobre o tema, agende uma teleorientação pelo nosso site. Ou se preferir, solicite uma consulta com os urologistas do CBU, clicando aqui.