O que é ejaculação retardada?

A maioria das pessoas sabe o que significa ejaculação precoce. Mas e ejaculação retardada? Você sabe do que se trata?

A ejaculação retardada ocorre quando há ereção do pênis e desejo sexual, mas o homem demora muito para chegar no orgasmo e ejacular durante a relação sexual ou até mesmo não consegue fazê-lo, o que chamamos de anejaculação.

Essa disfunção gera grande frustração para o homem e pode comprometer seus relacionamentos. Por conta disso, geralmente é indicada a consulta a um sexólogo ou psicólogo para auxiliar no tratamento.

A ejaculação retardada ocorre tanto devido a fatores clínicos quanto a fatores psicológicos.

Principais causas:

– Obstrução dos canais pelos quais o esperma passa, impedindo assim a ejaculação;

– Diabetes;

– Alterações hormonais;

– Causas neurológicas;

– Efeito colateral por medicamentos antidepressivos;

– Ingestão de álcool em excesso;

– Uso de drogas, como cocaína, crack e maconha;

– Ansiedade de desempenho: preocupações em relação à performance sexual;

– Traumas relacionados a experiências sexuais.

Quais os tipos?

A ejaculação retardada pode ser classificada em 3 tipos:

– Congênita: quando o homem sempre teve dificuldade em atingir o clímax e a ejaculação desde que iniciou a sua vida sexual. Representa 1% dos casos;

– Adquirida: se trata de quando o homem tinha uma vida sexual saudável e sem queixas. Porém, em algum momento, começou a ter essa dificuldade de na hora de ejacular; 

– Situacional: em alguns casos, pode haver ejaculação retardada, em outros momentos há ejaculação normal. Ou seja, varia de parceiros ou parceiras, do ambiente ou outros fatores, principalmente fatores emocionais. Para esse tipo, normalmente as causas são psicológicas.

O diagnóstico

Por ter várias causas associadas a essa disfunção, os médicos costumam pedir exames para investigar as condições metabólicas e hormonais para eliminar outros problemas de saúde que poderiam levar a essa condição.

Outro passo é fazer um exame físico bastante detalhado junto a um urologista, para entender se o paciente não está sofrendo com alguma perda de sensibilidade na região.

Além disso, também podem ser solicitados exames neurológicos para entender se não existem neuropatias associadas.

Qual o tratamento indicado?

O tratamento ideal varia muito do caso de cada paciente e dos motivos da disfunção.

A terapia psicológica com técnicas comportamentais, cognitivas, psicodinâmicas e outras terapias sexuais são algumas das opções de tratamento, bem como alguns medicamentos. Entretanto, uma avaliação individualizada e especializada com o andrologista é necessária.

O tratamento geralmente baseia-se na causa do problema. Isso pode significar mudar a medicação, mudar os hábitos de masturbação ou obter ajuda para evitar abuso de álcool ou drogas.

Buscar um médico para tratar a ejaculação retardada é imprescindível!

Para esclarecer dúvidas pontuais sobre o tema, agende uma teleorientação, pelo nosso site. Ou se preferir, solicite uma consulta com os urologistas do CBU, clicando aqui.