Como a doença se manifesta?

A hidrocele testicular é caracterizada pelo acúmulo de fluidos na membrana que reveste o testículo, o que pode causar inchaço ou um testículo maior que o outro.

Esse líquido vem diretamente do abdómen e vai até o escroto, na hidrocele infantil. Na hidrocele observada em adultos, isso ocorre devido a processos inflamatórios ou traumas na região.

Embora a  seja um problema mais frequente em bebês, também pode acontecer em homens adultos, especialmente após os 40 anos.

Sintomas da hidrocele

Normalmente, a hidrocele não provoca dor ou qualquer outro sintoma além do inchaço. Não provoca lesões nos testículos, nem afeta a fertilidade e tende a desaparecer espontaneamente nos bebês, sem necessitar de tratamento.

Por ser uma doença silenciosa, muitas vezes ela apenas é percebida pelo homem após muito tempo, o que pode prejudicar o tratamento e a recuperação.

O diagnóstico

Para identificar a hidrocele testicular é recomendável que o homem faça um autoexame tocando seus testículos, massageando-os e notando diferenças de tamanho, quantidade de veias e se sente algum tipo de dor.

O primeiro sintoma sentido pelo homem é a sensação de peso do escroto, além de dor.

Para se obter o correto diagnóstico da hidrocele e começar o tratamento é necessário uma consulta com um urologista.

Durante a consulta o médico perguntará sobre o histórico do paciente, além de identificar e analisar os sintomas. Em seguida, será realizado o exame físico para que possa entender a gravidade do quadro do paciente.

Alguns outros exames como a ultrassonografia podem ser solicitados visando obter um diagnóstico mais preciso.

Quais os tratamentos mais indicados?

Observação:

Nos casos da hidrocele comunicante, normalmente ela desaparece nos primeiros anos de vida da criança. No caso da hidrocele não comunicante, a doença também poderá desaparecer sozinha.

Aspiração:

É realizada a aspiração do líquido que está acumulado no testículo do paciente.

Esse procedimento é feito com uma agulha e é indicado nos casos em que o paciente sente desconforto ou obstrução.

Cirurgia:
A cirurgia é chamada de hidrocelectomia. Somente é indicado o tratamento cirúrgico quando o problema persiste ou continua se desenvolvendo após o primeiro ano de vida. Também pode ser indicado se ocorre um aumento que compromete a irrigação de sangue para o testículo, causando desconforto.

Para saber mais sobre temas relacionados à urologia, saúde do homem, dicas de prevenção e sexualidade, continue nos acompanhando aqui no blog.

Caso precise agendar uma consulta com um dos Urologistas do CBU, entre em contato pelo (11) 3046-3690 ou envie um WhatsApp para (11) 94479-6009.