A disfunção erétil é caracterizada pela dificuldade de ereção repetitiva, crônica e impede a vida sexual do indivíduo.

Esta condição é tratada como um tabu pela maioria dos homens. Sendo que, muitos deles passam anos com o problema e, por vergonha, não procuram ajuda especializada.

O problema de ereção não é do homem e sim do casal

Qualquer problema que afete a vida sexual do casal deve ser resolvido pelos dois, com muita parceria e apoio. Seja uma doença sexualmente transmissível, baixa libido, pouca excitação ou problemas de ereção. O fator psicológico impacta bastante no tratamento, então deve haver diálogo e cumplicidade entre o casal.

Causas orgânicas e causas psicológicas

A grande maioria dos problemas de ereção tem causa psicológica. Depressão, estresse, autoestima baixa, insegurança e medo são os mais comuns. E esses casos são ainda mais comuns em pacientes jovens.

As causas orgânicas são aquelas que representam problemas fisiológicos no paciente. Diabetes, deficiência hormonal, problemas nefrológicos, cardiológicos e arteriosclerose são alguns exemplos. Um dos sinais dado pelo corpo do homem, no caso de causa orgânica, é a ausência da ereção involuntária noturna.

Tratamentos

Os tratamentos variam de acordo com a causa dos problemas de ereção. Problemas psicológicos podem ser resolvidos com ajuda de terapeutas que irão investigar os motivos do sintoma.

Já os tratamentos medicamentosos, para as causas orgânicas, podem variar desde medicações orais, como o famoso Viagra®, até mesmo injeções locais e próteses penianas.

Não sofra em silêncio

A mensagem mais importante que desejamos deixar a todos vocês é busque ajuda médica. Consulte o seu Urologista.

Você não precisa sofrer meses e até anos com algo que é tão comum e que TEM TRATAMENTO!

No caso de sintomas, consulte imediatamente um médico Urologista e tire todas as suas dúvidas.

Para agendamentos de consultas com a equipe do Centro Brasileiro de Urologia, clique aqui